O teu olhar - Cristiana Roseno

Por causa do teu olhar parei
Pensei em viver algo diferente
Dancei, olhei - com toda graça que podia olhar
Sem pensar em nada, salivei

Um olhar que tentei fugir
mas não consegui evitar
Tão doce que comi
e me deu sede de sentir
o que podia me causar

Transcendi, engasguei, fiquei sem ar
É tão novo, e querer antigo
a ponto de retornar à razão
de estar aqui

Essa mistura de medo e desejo
me faz querer caminhar
Me levou em direção à Lua
e já não sei como voltar


Cristina Roseno

comments

  

DONDE MIRAS  colecionadore de pedras  angude sangue    mesquiteios  

manda busca  tarja preta   aguas da cabaca  entre o silencio e o alter ego  sobreesquinastulmutuadasdeverdade

capa serginho donde miras  toda poesia paulo leminski literatura r7 4501  vinicius de moraes  motolove  capavictor  desenho do chao

  

Acervo

Conheça o acervo online do Coletivo Correspondência Poética que desde de 2009 atua na pesquisa e difusão literária, por meio de diferentes plataformas.

 

iconwifi

para ver para ouvir

Biblioteca

Videoteca

Audioteca

Acesse nosso acervo de poesias.

Leia ou envie poemas.

São mais de 150 vídeo poemas

para você assistir.

Aumente o volume e conheça

nossa audioteca poética.