Correspondência Poética

 

Correspondência Póetica

 

O Correspondência Poética é um coletivo que tem como principal objetivo pesquisar e difundir a poesia produzida nas periferias do Brasil e se ultiliza de plataformas que variam de web sites a papel artesanalmente reciclado para realizar a difusão do material coletado.

O coletivo deu início às atividades em 2009, distribuindo poemas nos pontos e terminais de ônibus de São Paulo. Os poemas eram escritos à mão em papel reciclado e enrolados em formato de pergaminhos. Eram então colocados em uma caixa acoplada às estruturas dos pontos e terminais de ônibus com o indicativo "Pegue Aqui Sua Poesia". Os transeuntes eram, assim, convidados a pegar suas Correspondências Poéticas.

Em 2010, com o apoio do programa VAI, da Secretaria de Cultura da Prefeitura de São Paulo, além das intervenções nos pontos e terminais de ônibus, o coletivo construiu um blog (correspondenciapoetica.blogspot.com) para ampliar as formas e frontreiras da difusão.

Em 2011, realizou a produção de vídeo-poemas, selecionando poemas de sete poetas diferentes para serem interpretados por sete atrizes, buscando, na organição dos conteúdos e na junção de diferentes linguagens artísticas, uma nova forma de narração poética.

Em 2012 e 2013, o coletivo realizou diversas oficinas de convívio literário e de reciclagem de papel, onde aborda a resignificação da produção do papel. Produziu também o programa audiovisual Ensaio Poético, em que um escritor é convidado para falar sobre literatura e política e mostrar trechos de sua obra.

Em 2014, realizamos o I Festival de Poesia da Cidade de São Paulo, que premiou 13 poetas da Zona Metropolitana de São Paulo, visando com isso laurear e difundir o movimento literário que vem acontecendo nas periferias da cidade. Realizamos também os Ciclos de Intervenções Poéticas, unindo coletivos que trabalham com poesia e intervenção urbana para ações conjuntas nas Fábricas de Cultura. O coletivo criou neste ano e produziu algumas edições da Feira Livre de Livros, uma feira autoral, com a participação de escritores e editoras independentes. Inspirada nas feiras livres de bairro, na Feira Livre de Livros os autores fazem um verdadeiro sarau, gritando seus poemas das suas barracas no intuito de encantar a fraguesia.

Em 2015, o Coletivo Correspondência Poética retoma os trabalhos para a realização do II Festival de Poesia da Cidade de São Paulo, e continua desenvolvendo outros projetos em parceria com instituições e espaços culturais da cidade.

 

 Redes Sociais

sociais1            sociais2            sociais3            sociais4            sociais5

 

 

 

barra logos epppa