COMÍCIO DO AMOR INSANO - Poema de Barbara Leite

           COMÍCIO DO AMOR INSANO


Se eu pudesse
te daria afagos pretensiosos 

e uma tarde inteira
no parque

te daria a mão
enquanto distraídos
vagássemos a cidade

eu te daria novembros inteiros
e madrugadas em claro

eu te daria o roteiro
do mais bonito conto de fada

eu doaria o meu outono
e as cores da aquarela

te daria meus talentos culinários
num jantar a luz de velas

te daria o emaranhado do cabelo
e a olheira de uma noite mal dormida

te daria o pesadelo
de uma bela adormecida

te daria rugas
irritações
o meu pior

te daria luvas
peregrinações
o meu melhor
 

te daria estaca
um beijo
um afago

te daria estrada
bem-feito
uma praga

te daria histórias
momentos
lembranças

e depois da tempestade
furtaria a paz que traz a bonança

te daria mistérios
hemisférios
meu podre

te daria critérios
sacrilégios
viagem pra Londres

Se eu pudesse
eu escolheria...

mas quem disse que o amor
vive em democracia?

 

(Barbara Leite)

comments

  

DONDE MIRAS  colecionadore de pedras  angude sangue    mesquiteios  

manda busca  tarja preta   aguas da cabaca  entre o silencio e o alter ego  sobreesquinastulmutuadasdeverdade

capa serginho donde miras  toda poesia paulo leminski literatura r7 4501  vinicius de moraes  motolove  capavictor  desenho do chao

  

Acervo

Conheça o acervo online do Coletivo Correspondência Poética que desde de 2009 atua na pesquisa e difusão literária, por meio de diferentes plataformas.

 

iconwifi

para ver para ouvir

Biblioteca

Videoteca

Audioteca

Acesse nosso acervo de poesias.

Leia ou envie poemas.

São mais de 150 vídeo poemas

para você assistir.

Aumente o volume e conheça

nossa audioteca poética.